Saúde do Homem
Inscreva-se para receber
nossas newsletters
Busca Rápida

Bayer no Mundo
Bayer Links
Saúde Masculina

DST - DOENÇAS SEXUALMENTE TRANSMISSÍVEIS

  • Imprimir
    Imprimir
  • Favoritos
    Favoritos

Infecção por HPV na Gravidez

  • Tamanho da fonte:
  • A-
  • A
  • A+

O que se deve saber sobre Infecção por HPV na gravidez e verrugas genitais.

Devido às alterações hormonais que ocorrem durante a gestação, as verrugas podem aumentar em tamanho e número. Somente se as lesões forem muito grandes a ponto de interferir na passagem do bebê pelo canal de parto, é que a cesariana poderá ser indicada. Caso contrário a infecção por HPV na gravidez com lesões pequenas, microscópicas ou latentes não contra-indicam o parto vaginal.

Quanto aos bebês de mães que sofrem de infecção por HPV na gravidez, na grande maioria estes nascem saudáveis, existindo risco mínimo de desenvolverem verrugas no futuro.

É muito importante que a mulher com infecção por HPV na gravidez informe ao seu médico, durante o pré-natal, se ela ou seu parceiro sexual já tiveram ou têm HPV.

Quem tem infecção pelo HPV pode engravidar?

A infecção por HPV na gravidez, ou antes, dela por si só não contra-indica uma gravidez, se existirem lesões induzidas pelo HPV (tanto verrugas genitais como lesões em vagina e colo) o ideal é tratar primeiro e depois engravidar. Se ocorrer a gravidez na presença destas lesões não existe grandes problemas, porém as verrugas podem se tornar maiores em tamanho e quantidade devido ao estímulo hormonal característico da gestação e existir maiores dificuldades no tratamento.

Existe a possibilidade da infecção por HPV na gravidez ser transmitida para o feto ou recém-nascido e causar verrugas na laringe do recém-nascido e/ou verrugas na genitália. O risco parece ser maior nos casos de lesões como as verrugas genitais, mesmo nestes casos o risco de ocorrer este tipo de transmissão é baixo.

Quem tem infecção pelo HPV na gravidez, verrugas genitais pode amamentar?

Para que ocorra a transmissão do vírus HPV na gravidez é necessário o contato pele a pele e algum tipo de ferida para que o vírus penetre na pele (a situação ideal é a relação sexual, além do contato pele a pele, existe a fricção do pênis na vagina que acaba fazendo micro traumatismos, imperceptíveis a olho nu, mas que permitem a entrada do vírus na pele). Assim, se os seios da mãe não apresentarem lesões pelo vírus do HPV na gravidez e pós parto não existe risco de transmissão durante o aleitamento materno.

Leia também
< Voltar
  • Como compensar os abusos

    Exagerou no churrasco ou nas porções do barzinho?

    + mais
  • Depilação a laser

    Todo homem acostuma-se desde a adolescência a fazer a barba.

    + mais
  • Espermograma

    À primeira impressão, a tarefa é das mais fáceis. Afinal de contas, a masturbação deixou de ser um tabu há tempos.

    + mais
  • Esportes de Verão

    A praia oferece atrativos que vão muito além do descanso sob o sol. Entre eles está a prática de exercícios na areia.

    + mais
  • Dia do Homem

    Uma pesquisa mostra o hábito do cuidado da saúde masculina e sua importância

    + mais
  • Traiu e se arrependeu

    Mesmo uma relação estável está sujeita a traições. A principal justificativa da infidelidade é a crise na relação.

    + mais
Avançar >